Foto: Marcelo Girard

O MUSEU DE ARTE SACRA E POPULAR DA TERCEIRA MAIOR IGREJA DO RIO

O Museu foi criado em 2015 com acervo próprio mas, logo teve grande procura de artistas da região, e no ano seguinte abriu espaço para novos artistas do bairro.Em 2016 quando foi criada a exposição CORES DE CAMPO GRANDE em parceria com a artista plástica Antonia Boaventura para que ocupasse espaço na  FESTA DO ANIVERSÁRIO DE CAMPO GRANDE, simultaneamente, um novo projeto surge: A FEIRA REGIONAL DOS ARTESÃOS que tem sua agenda marcada no intervalo de 2(dois) meses.

       

 

 

 

 

 Em todos estes anos passaram mais de 4 mil pessoas e 200 artistas de diversas áreas com várias atrações como: oficinas,  apresentações musicais e literárias. E surgiram grandes colaboradores e parceiros como o PROJETO REPLANTANDO VIDAS da CEDAE  que distribui em média 500 mudas, gratuitas, por evento. 

      “Todos estes projetos aproximam a sociedade  à arte.A igreja durante séculos fomentou a cultura, a música e as artes em geral. Esta relevância é descrita na história com grandes nomes que apareceram realizando projetos para o clero. E  este resgate é importante.” Diz Padre Paulo

Muitos artistas do bairro com reconhecimento internacional  terão como expor seus trabalhos e obras com a reinauguração do espaço Diz a artista visual Antonia Philippsen curadora e coordenadora do projeto.

VÍDEO CONVITE

 

SOBRE  CURADORA ANTONIA PHILIPPSEN BOAVENTURA

Artista Visual | Produtora Cultural e Musical, | Curadora e coordenadora de projetos e participante de várias mostras, exposições e galerias em todo Brasil.

Antonia  Boavenura, 37 anos, é uma jovem artista plástica natural de Brasília que aos 9 anos de idade começa a demonstrar os seus dons em alguns concursos e exposições escolares. E aos 15 anos se transfere para o Rio de Janeiro.  E três anos mais tarde começa a estagiar no atelier da Grande Rio com Joãozinho trinta. E neste mesmo período começa a exercer a função de produtora musical e cultural em vários eventos, como no aniversário de 40 anos da Feira Hippie. E finalmente a artista desponta na cena artística brasileira na década de 2000.

Passando-se 25 anos de dedicação a arte visual, atualmente trabalha na reforma do Museu de Arte Sacra da terceira igreja mais antiga do Rio de Janeiro (Igreja Nossa Senhora do Desterro) e atua na reforma e curadoria das exposições do museu.


EXPOSITORA DA REINAUGURAÇÃO

Edinira M. Silveira (Primeira professora de Artes da antiga Silbene) 

e Condessa  – Comendadora Grão  – Colar Edinira M. Silveira.  Artista plástica – Produtora cultural das artes.

Acadêmica  Nacional / Internacional.

Escritora Poetisa e Antologista.

Presidente fundadora das academias de letra e Artes  do esta do Rio de Janeiro… ASBAERJ & ALAMLERJ.

 

SERVIÇO

REINAUGURAÇÃO  DO MUSEU DE ARTE SACRA E POPULAR

TÍTULO DA EXPOSIÇÃO: MULTIPLUS – ARTE & POESIAS

TEMA: A MULHER ARTISTA COM SUA EVOLUÇÃO & EXPRESSÃO NA ARTE *

ARTISTA: EDINIRA SILVEIRA

CURADORIA: ANTONIA PHILIPPSEN BOAVENTURA

ABERTURA

 Dia 06 Outubro (Domingo)

Horário: 7h  às 13h

Local: R. Amaral Costa, 141 – Campo Grande, Rio de Janeiro 

 

PROGRAMAÇÃO

Feira de artesanato

Shows

Atrações musicais

e muito mais

 

ESTACIONAMENTO NO LOCAL

 Ingresso: ENTRADA FRANCA

Visita Guiada: Tel. 212413-4837

Curadoria e coordenação: Antonia Philippsen Boaventura 

Assessoria: revistacarioca.com

Texto: Marcelo Girard

Feira de Artesanato – Antonia e Padre Paulo