9Segundo os filhos da vítima, Joseires estava andando com a porta aberta, quando se desequilibrou, caiu do ônibus e morreu.

Por Bom Dia Rio /

Um idoso morreu após cair de um ônibus da Linha 840, na Rua Olávo Bilac, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, na tarde desta segunda-feira (25). Joseires Soares Vincler, de 66 anos, pegou o ônibus para ir trabalhar. Segundo os filhos dele, o ônibus estava andando com a porta aberta, quando Joseires se desequilibrou, caiu do veículo e ele morreu.

O idoso chegou a ser levado para o Hospital Pedro II, mas não resistiu e morreu. O caso foi registrado na 36ª DP (Santa Cruz). Até a noite desta terça (26), o motorista não havia prestado depoimento.

O corpo de Joseires ainda está no hospital Pedro II e será encaminhado ao IML para que a família possa fazer o enterro.

De acordo com os familiares da vítima, vários ônibus circulam pela região com as portas abertas e em movimento. Nesta terça-feira, o cunhado da vítima voltou ao local do acidente e conseguiu flagrar dois ônibus da Viação Palmares circulando com as portas abertas.

Um passageiro, que não quer ser identificado, relata que, por conta da falta de ar condicionado, é comum que motoristas circulem com as portas abertas. Mesmo quando o ônibus tem ar, o aparelho não costuma funcionar e o calor fica ainda mais insuportável, já que as janelas são travadas.

Na segunda-feira (25), um outro ônibus da empresa invadiu uma casa, em Inhoaíba, Campo Grande. Passageiros contaram que o ônibus estava sem freio.

De acordo com informações da 36ª DP (Santa Cruz), as investigações estão em andamento e o motorista do ônibus ainda será ouvido. A prefeitura disse que está apurando o caso.

Segundo o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio de Janeiro (Sintraturb Rio) os funcionários da Viação Palmares estão com salários atrasados há dois meses.

Vinte e seis dias depois do reajuste na passagem de ônibus, os passageiros continuam reclamando de problemas encontrados nos veículos que circulam pela cidade. Os usuários reclamam de carros quebrados, falta de assentos, baratas, falta de ar condicionado e pneus carecas.

No dia 29 de janeiro, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou, uma intervenção no Sistema Rápido de Transporte, os chamados (BRTs) e um reajuste nas tarifas dos ônibus urbanos no município do Rio, com a finalidade de reestruturar o sistema de transporte público de passageiros no município. O reajuste nas passagens de ônibus começou a vigorar no 2 de fevereiro. O valor da tarifa subiu de R$ 3,95 para R$ 4,05.

 Fonte: g1